Obras
O acervo do Museu Lasar Segall é formado por 3.119 trabalhos originais do artista, doados por seus filhos Maurício Segall e Oscar Klabin Segall. Em 2013 o neto Mário Lasar Segall doou 110 obras. Este acervo abrange a parcela mais representativa da obra artística de Lasar Segall, permitindo uma visão abrangente desta produção em toda sua diversidade técnica e temática.

Integram este acervo:

35 pinturas a óleo, sendo 29 sobre tela, e 2 sobre papelão.

48 pinturas sobre papel, entre aquarelas e guaches.

404 gravuras, entre xilogravuras, gravuras em metal e litografias, correspondentes a 221 imagens diferentes.

2562 desenhos, nas mais variadas técnicas (grafite, crayon, tintas diversas, carvão e outras), incluindo projetos para cenários e figurinos.

70 esculturas, sendo 37 bronzes e 33 trabalhos em materiais diversos, como gesso, mármore, terracota, pedra-sabão e cimento.

Mobiliário
Em 1932, Lasar Segall desenhou uma série de móveis para sua residência da Rua Afonso Celso: poltronas, uma mesa de centro, uma mesa e um sofá, construído em duas versões: em uma única peça e em três módulos, que podem ser dispostos à maneira de uma conversadeira.

Todos os móveis são em madeira, pintada com tinta preta, e os assentos estofados em tecido de cânhamo bege. As linhas são retas, e o design se caracteriza pela sobriedade e funcionalidade, em nítida filiação com o espírito da Bauhaus. Apesar do pequeno número destas peças, sua qualidade e contemporaneidade permitem incluir Lasar Segall no reduzido grupo de designers modernistas, ao lado de Warchavchik, John Graz e Flávio de Carvalho.

Atualmente, esses itens são utilizados como mobiliário da Biblioteca Jenny Klabin Segall.

Documentos
Arquivo Lasar Segall é a denominação dada ao conjunto de documentos reunidos em vida por Lasar Segall. É composto por cerca de 8.000 documentos de vários tipos: correspondência de Segall, recebida e expedida (cópias, rascunhos), textos de Segall em vários idiomas e traduções, fotos, documentos de negócio, documentos sonoros (discos, fitas), anotações teóricas e técnicas sobre artes plásticas, recortes de jornal, objetos diversos (caixinhas com selos, coleção de rótulos de charutos, miudezas), cadernos (com rascunhos de cartas, assinaturas de visitantes da casa e de exposições).
Fotografias
O arquivo fotográfico Lasar Segall é composto por cerca de 5.000 itens entre positivos e negativos, em acetato ou vidro, reunidos pelo artista ao longo da vida. Essas fotografias registram a figura de Segall, sua família, seus ateliês e residências, amigos e companheiros de trabalho, sua produção artística, fatos da carreira profissional, cenas de viagem e paisagens de seu cotidiano. Muitas são assinadas por importantes nomes da fotografia brasileira e internacional, constituindo-se em fontes de informação fundamentais para a compreensão da obra segalliana.
Livros
Parte do acervo da antiga biblioteca de Lasar Segall pode ser consultada mediante agendamento. Dela constam importantes edições de arte da primeira metade do século XX, uma significativa coleção de primeiras edições modernistas brasileiras e edições raras publicadas na Europa, como por exemplo, o Almanaque expressionista O cavalheiro azul (Der Blaue Reiter), em reimpressão de 1914.
programaçãonotíciaspatrocinadoresfale conoscoAcesso à informação
home
lasar segall
Acervo
acervo
obras
Arquivo Lasar Segall
Arquivo Fotográfico
o museu
exposições
ação educativa
biblioteca
oficinas e cursos
cine segall
amigos do museu
ok